A Grécia do seu jeito

Inverno na Grécia – Dicas de passeios

A estação mais fria do ano na Grécia acontece de dezembro até fevereiro. Aquecida pelo entusiasmo do Natal e do Carnaval, é um período, que foge da idealização de muitos estrangeiros e o turismo fica praticamente reduzido aos gregos e direcionado para a região continental.

Já que, as condições climáticas desfavorecem o fluxo nas ilhas, principalmente, nas menores, por causa da limitação nos meios de transporte entre elas e dos estabelecimentos que ficam fechados, é ideal investir em atividades culturais, incluindo museus, monumentos milenares, maiores cidades, vilarejos nas montanhas e até estação de esqui.

Um roteiro relaxante, de imersão nos hábitos locais e que exige disposição para aproveitar as paisagens em meio ao frio, possíveis chuvas e até mesmo neve. Experiências que podem ser incríveis, conhecendo as atrações de Atenas e utilizando-a como base para tours clássicos.

P1090878 - Livadi Creta

O cenário inusitado de Livadi, na ilha de Creta, coberto pela neve.

No Peloponeso, é indispensável fazer o passeio pela região de Argolis, visitando a pitoresca cidade de Nafplion, primeira capital da Grécia moderna.

Nafplion vista através da fortaleza de Palamidi

Nafplion vista através da fortaleza de Palamidi

Micenas, com uma das mais famosas Acrópoles da civilização clássica e o antigo Teatro de Epidavros renomado pela perfeição acústica. Para acrescentar charme, prossiga para a parte mais sul, pernoitando na cidade fortificada da rocha de Monemvasia. O trajeito passando Sparta e o monte lendário de Taygetus, levará você até a região de Messinia, rica em agricultura. Uma visita à península de Pilos e continuando ao norte, ficará em Olímpia antiga, sede dos Jogos Olímpicos da Antiguidade.

Atravessando a sofisticada ponte do Rio-Antirio(sim, a Grécia tem Rio.rsrs) ficará na Grécia Central. Não deixe de ir ao sítio arqueológico de Delfoi (Delfos), conhecido como o umbigo do mundo e famoso pelo oráculo. Próximo de lá, para atividades mais radicais e estação de esqui, Arachova, no Monte Parnaso, é rústica e chique – o Mykonos do inverno grego.

Meteora é outra sugestão que vai lhe impressionar. Com seis mosteiros incríveis construídos no topo das rochas que possuem entre 305 e 549 metros de altura, é Patrimônio Mundial pela Unesco.

E o Monte Pelion, na parte central-norte da Grécia, com aldeias pitorescas e tradicionais.

Enquanto em Creta, Chania, é atemporal, romântica e o destino preferido pelos gregos, que também não abdicam do fim de semana nas montanhas cobertas por neve.

O charme de Chania de forma diferenciada, durante o inverno

O charme de Chania, mesmo durante o inverno

 

 

 

Se a sua viagem ocorrer no durante o Natal e Réveillon, quando é a miniférias deles, fique atento sobre as reservas de passagens e hospedagens, provavelmente precisará fazer com certa antecedência. Optando pelo Carnaval, Patras no Peloponeso e o Rethymno em Creta, são referências nacionais neste tipo de festividade. Com animações e bailes no decorrer da semana, é no domingo que os desfiles de rua acontecem, com carros alegóricos e blocos temáticos.

Então, se para você o frio não é desculpa para não viajar, prepare os agasalhos e venha curtir um pouco do rigoroso inverno na Elláda(nome oficial do país). No mínimo será uma experiência diferente e na próxima, terá mais tempo para priorizar as ilhas.

Fotos e texto: A Grécia do seu jeito

Texto original publicado no Viagem Livre